terça-feira, maio 31, 2011

Pequenas mudanças, grandes diferenças

Há um ano atrás eu estava passando por uma situação bem delicada. Não conseguia terminar a faculdade, vivia trancada em casa, isolada. Sentia uma tristeza tão profunda que que a única coisa que eu fazia na vida era dormir (e comer). Só quando minha vida realmente parou foi que notei que algo não estava bem.

Apesar de só ter notado tudo em 2010, desde 2005 as coisas já não estavam bem, eu só não tinha percebido. É difícil perceber.

Nesta época, comecei a buscar soluções e para a obesidade pensei na possibilidade de fazer gastroplastia.

Mas se era recomendada ou não só um médico poderia me responder. Então, foi o que fiz, busquei opinião médica.

Quando saí do consultório do cirurgião saí com uma decisão tomada e consciente que passaria por mudanças radicais que exigiriam um compromisso muito grande.

Meu pré-operatório durou 1 ano. Ao longo deste tempo, com o auxílio da psicóloga da equipe, comecei a colocar ordem na "casa". Terminei a faculdade, parei de me isolar, melhorei muito a tristeza que sentia e consegui fazer alterações na minha dieta. Foram pequenas mudanças mas que fizeram grande diferença para mim, pequenas conquistas que tenho certeza que foram muito importantes.

A cirurgia já está bem pertinho, e me sinto mais preparada e consciente da minha decisão. Colocar em ordem algumas “coisinhas” dá um trabalhão danado, demora um bocado, mas sem dúvida alguma, para mim, valeu muito a pena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário