terça-feira, abril 23, 2013

No pain, no gain.

Hoje queria dividir com vocês aquelas velhas inquietações que me tomam a alma vez em quando. Gente, mudar, transformar, evoluir exige de nós uma conduta. É aquele velha conversa: se queremos mudar nossas vidas temos que começar a agir de maneira diferente. Não podemos esperar resultados diferentes se fazemos sempre tudo igual. O problema é que isso exige de nós a saída da zona de conforto, o enfrentamento do desconhecido e isso assusta demais. E é assim, cheios de medos, que muitas vezes nos agarramos a algo que não nos faz bem, mas nos sentimos inseguros demais para enfrentar a mudança. Nesse ritmo deixamos o tempo passar (semanas, meses, anos) e, mesmo com aquela vontadezinha de mudar no coração, acabamos nos acomodando.

Outras vezes, damos o primeiro passo e decidimos promover aquela mudança, daí buscamos apoio e acabamos escutando uma enxurrada de palavras negativas que nos deixam arrasados e muitas vezes sem ação. 

Outro dia recebi um e-mail de uma mocinha me contando que estava fazendo RA, estava emagrecendo (já havia emagrecido 14 quilos) e estava super feliz, mais vaidosa. Mas estava sofrendo com um problema: algumas pessoas estavam dizendo que ela estava metida e blá, blá, blá.

Caramba, como algumas pessoas não sabem disfarçar nadinha o despeito de ver outras pessoas felizes. A língua sempre cheia de veneno. Aff! Por isso mesmo que devemos evitar pessoas negativas, cortar de nossas vidas pessoas que só tem palavras de desânimo, os despeitados. Se nós já temos nossos medos, ainda vamos deixar os outros nos desencorajar? De jeito nenhum! Afaste pessoas assim. Não importa se é familiar ou não. O importante mesmo é você nem escutar coisas assim, pessimismo é contagioso. 

Também é importante saber calar. Não conte tudo para todo mundo. Um pouco de reserva não faz mal a ninguém. Fale pouco sobre seus projetos, só para quem for essencial. E para os enxeridos de plantão, faça-se sempre de desentendido. Eles ficarão na dúvida e você será poupado de opiniões maldosas. 

Sabe algo que tem ficado cada dia mais claro para mim ultimamente? "No pain, no gain". Fataço! Sem esforço, não há recompensa.  Seja para emagrecer ou para qualquer outra coisa em nossas vidas. Se não sacrificarmos algum mal, não alcançaremos nenhum bem. Então além de ser muito importante dar o primeiro passo para a mudança (mesmo com dúvidas, mesmo com medo), é muito, mas muito importante lutar, persistir, não desistir.  

Se sabemos que pessimismo é contagioso, a boa notícia é que o otimismo também é! Não perca seu tempo com pessoas vazias, com pessoas que não têm nada a acrescentar só palavras ruins. Isso não é ser chato ou metido, isso é evitar vampiros emocionais. 

Nossas lutas não são em vão, elas nos trazem um resultado. Procure dedicar mais sua atenção as palavras positivas, pois são elas que te ajudarão a construir uma base bacana para enfrentar as lutas sem desanimar, vai te dar bons recursos para uma sustentabilidade emocional. Procure conviver mais com pessoas que acrescentem, é muito válido.

Nos últimos meses tenho escutado diariamente algo que tem  me feito muito bem, queria  dividir com você, que está numa luta danada (seja ela qual for):

Você vai conseguir alcançar seus objetivos (FATO), só precisa desistir, definitivamente, de desistir.


Acredite em você.