sexta-feira, maio 03, 2013

Começando a segunda etapa

Bariamigas,

Por que será que o ser humano nunca está satisfeito com o que tem? Por que tantas vezes somos assim, nunca nos contentamos? Talvez isso até seja bom se direcionado para um bom lado, nos impulsiona a mudar, a crescer. Mas também tem um lado negativo quando não bem orientado. Estou passando por essa insatisfação e me sinto bastante chateada. Antes me sentia muito mal pela obesidade, agora pelas pelancas. Ando me sentindo tão estranha e não queria me sentir assim. Queria simplesmente só me sentir bem, afinal, estou bem, estou saudável. Que chatice! Por que sou assim? 

Hoje li um post de uma lindinha aqui da blogosfera que falava sobre essa obsessão por perfeição e fiquei pensando se ando me encaixando nisso. Meninas, emagreci 54 quilos, emagreci tanto, mas tanto que até meus seios perdi.Tenho um ano e sete meses de operada. E agora quando me olho no espelho me sinto tão estranha, sem forma. Será que ser saudável não basta? Ah... sei lá, sou complicada mesmo...


Será que minha cabeça anda tão influenciada assim pelos padrões de beleza atuais? Isso me preocupa demais. Preocupa porque se eu me permitir entrar nessa onda vou pirar. Vivemos num mundo onde nunca nos achamos suficientemente bons em nada, sempre buscando o mais e o melhor. Influenciados por isso vivemos ansiosos, depressivos, doentes. Na verdade deveríamos andar mais preocupados em sermos nós mesmos e vivermos bem.


Mas ando incomodada demais com as peles. Seria isso normal ou não? Tenho me questionado muito sobre isso. Nessa agonia minha marquei consulta com o cirurgião plástico. É agora dia 06. Vamos ver o que ele tem a me dizer depois de escutar essas minhas doideiras (e vou contar tudinho mesmo). A minha ideia é falar com ele sobre retirar a pele da barriga e colocar um peitinho, rsrs. 

Em breve volto para contar como foi o resultado. (: