quarta-feira, agosto 22, 2012

A balança: Inimiga ou aliada?


Antes da cirurgia eu raramente me pesava, a maioria das vezes só acontecia quando ia ao médico.Imaginem minha cara de paisagem nesses momentos... Não gostava de me pesar porque sempre sentia uma sensação terrível de decepção comigo mesma. Balanças eram minhas inimigas, me geravam uma incrível angústia porque me faziam encarar a realidade. E encarar a realidade, para quem finge que não está ligando mas liga sim, pode ser bastante doloroso.

Depois da cirurgia comecei a me pesar de maneira mais frequente para acompanhar e evolução da perda de peso. E é uma sensação muito boa acompanhar os quilinhos indo aos pouquinhos embora, ver cada pequena vitória é uma alegria, e é nessa fase que começamos a fazer as pazes com a balança. Começamos a gostar da danada.

Com 10 meses de operada e faltando 2 quilos para atingir minha meta pessoal eu percebi que o foco da minha preocupação ao me pesar mudou. A maior preocupação agora é ver o meu peso estabilizado. É claro que se eu eliminar este dois últimos quilinhos vou ficar muito feliz, mas hoje a preocupação é não voltar a engordar.

Minha relação hoje em dia com a balança é  de me pesar uma vez por semana. Acredito que como tenho problemas com o peso e me submeti a uma cirurgia para emagrecer (que não faz milagres) tenho sempre que me vigiar. Estou parecendo uma louca falando assim?

É que antes eu não queria enxergar a situação e acabei chegando aonde cheguei, então, agora sinto que tenho que sempre "estar de olho". Acredito que agora utilizo a balança mais ou menos como um "termômetro" da minha dieta. Se aumentar uns quilinhos será um alerta para ver aonde estou errando, aonde estou abusando e também para frear a situação e não deixar a coisa ficar fora do controle.

Antes eu olhava meio torto para as pessoas que tinham essa preocupação, hoje dou razão a elas. Não quero mais viver alienada do meu próprio corpo, quero me cuidar, mas sem obsessão. As vezes me pergunto: qual é a linha tênue que separa o que é normal do que é obsessivo?  Quem se pesa todos os dias é menos normal do que a pessoa que se pesa uma vez ao mês? Isso pode ser avaliado de maneira objetiva ou só subjetivamente? Porque só quem passa ou passou por problemas assim sabe como é complicada esta questão.

Quero ter a balança como uma aliada, não quero ser sua escrava. Mas esse ponto de equilíbrio é difícil de ser encontrado. Será que depois de tantos conflitos com o meu peso eu poderei algum dia encontrar esse ponto de equilíbrio? A verdade é que ainda não encontrei.



13 comentários:

  1. Olá! Minha terapeuta sempre diz terei que controlar pra sempre meu peso... agora também me peso uma vez por semana e anoto no blog mensalmente... ela fala que com o passar do tempo, essa vigília pode passar a ser bimestral ou trimestral... mas que deverá existir sempre!
    Não acho loucura nenhuma nas coisas que você escreveu, muito pelo contrário, pra mim é demonstração de amadurecimento em relação ao estado do nosso corpo!
    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Oi Raquel, que saudades de ler seus posts!!!
    Quanto a balança tb acredito que só cheguei onde cheguei por brigar com ela e não mais me pesar.
    Hoje tenho me pesado uma vez por dia, mas já estou me convencendo a mudar pra uma vez na semana, e depois de emagrecer continuarei no uma vez por semana, se for uma vez por mês tem grandes chances de eu me desviar no caminho.
    Bjão

    ResponderExcluir
  3. Eu não tenho menor dúvida que vc vai conseguir.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Ei querida ....
    Obrigada pelo seu carinho no meu blog ... Bom, estou melhorando ... é as coisas com a minha irmã estão se
    ajustando aos poucos ... Ainda não sou a melhor amiga
    de infância da balança rs ... Mas, o meu relacionamento
    com ela melhorou bastante a partir do mesmo que resolvi buscar médicos e fazer exames ... Enfim, aos poucos nossas vidas vão se ajustando né !? Acho usar a balança pode virar uma compulsão ... da mesma forma que muitas de nós antes a cirurgia tínhamos pela comida ...
    Queria conseguir pesar uma vez ou duas vezes por semanas ... Vou tentar me policiar com isso ... Pois no inicio ... quando temos pouco de tempo de cirurgia ... queremos ver a mudança todo dia ... bom é isso bjs

    ResponderExcluir
  5. Concordo com tudo dito neste post Raquel, acho que agora tem que ser natural essa preocupação com o peso, lebrando que é isso que vai fazer com que não voltemos a ser o que fomos um dia, como você mesma citou a Cirurgia Bariatrica não faz milagres. E a nossa negligência a balança pode nos aproximar desse passado negro que temos em comum, acho que vigiar é melhor que remediar.
    Sucesso e parabéns falta muito pouco pra chegar a sua meta!
    Bjk

    ResponderExcluir
  6. Adorei vir te visitar...fazia tanto tempo que não conseguia.
    Vc tem razão, somos pessoas com problemas com o peso. A obesidade é uma doença e conseguimos assumir isso, o que torna tudo menos difícil.
    Assim como o hipertenso precisa medir a pressão, para acompanhar a sua saúde, nós devemos nos pesar sempre!
    Por indicação do meu Dr. Fofinho, 1x/semana é o suficiente e assim como vc, mantenho essa frequência...rs
    Hoje a vejo como aliada eterna...rs

    Beijãooooo.

    ResponderExcluir
  7. Olá querida..acabei de achar seu cantinho e vi que fiz cirurgia e também é de Brasília... adorei, pois também sou as duas coisas.
    E acabei de fazer o meu blog, pois estou passando justamente por isso, engordei depois da cirurgia e estou em PANICO e preciso de ajuda.
    Estou de seguindo e espero sua visitinha.
    Bjinhos carinhosos
    JU
    http://dietandocomaju.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. oii
    Ta ai uma coisa que nunca saberemos. Se a balança é aliada ou não. Acho que como tudo temos que tentar manter um certo equilíbrio com ela. Eu que to no começo da minha caminhada, to tentando me pesar uma vez por semana, mas a ansiedade de ver ela todos os dias é forte.
    Bjuss

    ResponderExcluir
  9. Flor, você não está falando como uma louca, pelo contrário, o que diz é muito pertinente, pois se antes corríamos da balança, hoje precisamos tê-la, como temos a cirurgia, uma ferramenta de apoio neste nosso tratamento.
    |Se pesarmos todos os dias, vira neura e isso não é nem nunca foi saudável, mas abandoná-la quer dizer relaxar com a vigilância o que nos coloca em risco, pois obesidade não tem cura. Não somos ex obesas, somos gastroplastizadas que deram certo, mas que isso seja a longo prazo, temos que levar nosso tratamento a sério!
    Bjos grande e excelente quinta feira!!

    ResponderExcluir
  10. oi lindona!
    como não ser escravo dela?! tô tentando não ser e só me pesar uma vez por semana! ansiedade dá vontade de comer mais e mais e mais... mas, imagino que, pra quem fez cirurgia como vc, é essencial ficar se vigiando, se não de nada terá adiantado todo o sacrifício para emagrecer...
    que as forças do universo nos deem sempre equilíbro... afffiii!

    beijosss

    ResponderExcluir
  11. Oiiee flor adorei aqui seu blog..
    vamos a luta
    me segue?
    bjusss

    ResponderExcluir
  12. eu também nunca me pesava antes de iniciar minha RA, tinha medo, sabia que não gostar, que ia me deixar triste, então fugia dela.
    que bom que vc gostou do meu post lá no blog amiga! :D
    beijos e boa semana

    ResponderExcluir