sábado, setembro 08, 2012

Quando contar?

Em relação a cirurgia, depois de operados passamos por duas fases: a primeira é a da novidade. Nessa fase adoramos comentar o tema com todo momento, é a empolgação de estarmos vivendo mudanças boas, mudanças que nos libertam de tantas coisas ruins e transformam literalmente nossas vidas. Essa fase é muito gostosa porque é cheia de descobertas e experiências boas (ou nem tanto) e aprendizado.

A segunda fase acontece após um certo tempo de cirurgia, é quando nos acostumamos a essa nova situação de operados, a nova dieta, a um novo ritmo de vida, então nossa vida passa a ser mais normal.

Não estou dizendo com isso que nos esquecemos que somos operados, não é nada disso (eu não esqueci que sou operada).  Vou até arriscar a contar como me sinto em relação a isso: eu não me sinto magra,me sinto gordinha em eterno tratamento.

Mas continuando... Com tantas mudanças, não é incomum a chegada de novas pessoas em nossas vidas. E então, as vezes, você é pego em algumas situações em que você não sabe exatamente como agir.

Outro dia eu estava numa lanchonete com uma pessoa que conheci há pouco tempo, conversando tranquilamente, quando chegou um conhecido e do nada começou a falar: " - Oi, Raquel! Nossa! Você emagreceu muito. Quanto mais você emagrece mais... blá blá blá".

O caso é que como fazia pouco tempo que conhecia a pessoa, não havia contado ainda, não achei que fosse tão urgente contar, a idéia era falar em outro momento. Mas depois da "ajudinha" que tive só me restou contar ali mesmo, naquele momento.

Sinceramente eu não tenho problemas em falar sobre o tema, não tenho vergonha, nem  nada disso. Todo mundo que me conhece sabe que operei e não me incomoda conversar sobre isso, ao contrário. Só que aquele era o primeiro encontro e para mim, não era o momento de falar sobre o tema, eu teria outras oportunidades para contar, tudo tem seu tempo. Eu acredito que eu sou a Raquel operada, mas antes de ser operada eu sou só a Raquel. E a Raquel gosta de conhecer e ser conhecida aos pouquinhos, rsrs.

Mas essas situações não acabam aí não. Além de você correr o risco de outra pessoa contar antes de você, acontecem outras situações com novos colegas de trabalho, estudo ou novos conhecidos. Se você não conta, eles ficam reparando a quantidade de comida que você serve em seu prato ou ficam olhando torto, te achando uma obsessiva por magreza, quando dizemos não para alguma coisa que não nos cai bem (um doce, uma bebida, etc). 
Por outro lado se contamos e não conhecemos muito bem a pessoa temos que estar preparados para todo tipo de afirmações, perguntas ou exclamações. O problema é que nem sempre sabemos lidar bem com pessoas inconvenientes.

Bariamiga(o)s, me digam uma coisa: Quando vocês tocam no tema? Para quem vocês falam? Como é que vocês lidam isso? Vocês são mais tranquilas que a criatura aqui?

11 comentários:

  1. Minha amiga eu imagina a sai justa que vc deve ter ficado, é complicado né? por isso já joguei no ventilador que vou fazer e ponto. Se acontecer comigo tenho certeza que não vou saber lidar tb rsrsrs.
    ótimo fds
    Bjusss
    Gl@u

    ResponderExcluir
  2. Oi linda, obrigada por me visitar =]
    Gostei mto do post!
    Já estou na segunda fase tb!!!
    Então eu tb nao tenho vergonha mas tb não acho que preciso contar pra todo .
    mundo de cara...
    Tb me incomodo quando as pessoas ficam sabendo por outras e comentando.
    As pessoas sao mto leigas sobre isso, acham que eu como uma miséria de comida, eu como pouco claro mas não é o que elas pensam.
    Acho que pensam que eu como 01 colher de arroz, 1/3 do bife e pronto haoiehea
    Ou o contrário ficam com 'dó' de quanto eu como.
    E eu perco a paciencia fácil pq não gosto de palpites, ja viu...
    Haja paciencia!
    Vc ta tao pertinho da sua meta, que delicia! Parabéns!!
    Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  3. Quis te elogiar e acabou falando demais, outro dia o nosso outro "conhecido" tinha perguntado de você também, falou o quanto vc estava linda, hehehe!!
    Daqui pra frente só elogios minha amiga!! Bjos

    ResponderExcluir
  4. Oi querida, nossa, eu não contei pra quase ninguém, mas minha mamis fez o favor de contar pra todo mundo que eu conheço hahaha, na hora fiquei chateada com ela e talz, mas sei que ela não fez por mal, também não gosto de ficar contando das minhas coisas assim, pra todo mundo, mas fazer o que né... as vezes acontece, e não adianta chorar o leite derramado, ainda tô no comecinho, nem imagino como vai ser mais pra frente, quando eu conhecer novas pessoas numa fase pós cirurgia, vamos aguardar hehe, beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Eu não gosto de contar, não por que eu tenha vergonha, mas se vc conta algumas pessoas se dão o direito de palpitar e eu não suporto achismo, passei por uma coisa desagradável, entrei numa padaria perto de onde eu trabalho e a moça do caixa veio me dar os parabéns, eu fiquei sem entender, aí ela falou, seu noivo me disse que vc operou, eu saí de lá bufando e falei um monte pra ele, eu não gosto de me expor, já pensou se todo mundo que operasse hemorroida saísse contando, o quanto as pessoas acham, palpitam e julgam. Infelizmente temos que aprender lidar com esse tipo de situação!!! Beijos amiga linda!!!

    ResponderExcluir
  6. Super concordo com vc!
    Não há necessidade de espalhar aos quatro ventos... Sei lá é algo nosso, uma opção pessoal....
    Minha vida não é um livro aberto, então, não preciso contar TUDO para TODOS sempre!!!
    Isso me inspirou um post... kkkkkk
    Beijosss

    ResponderExcluir
  7. ACHO QUE EU CONTARIA PRA DEUS E O MUNDO DE TANTA ALEGRIA RSRSRS.... SOU MUIIITO EMPLOGADA!


    BEIJÃO SORTE SEMPRE!

    ResponderExcluir
  8. Minha linda é assim mesmo, as pessoas nos atropelam e se sentem no direito de exporem a nossa vida. Eu sou um caso a parte, pois uso a minha cirurgia como exemplo pra tentar ajudar outros obesos, mas se não fosse isso, acho que me resguardaria também,, pois precisamos de privacidade e as pessoas não entendem isso. Não nos consideram normais, acham que somos diferentes e até de outro planeta e as vezes acabamos sendo o centro das atenções quando chegamos, chegou a moça do estômago reduzido, é assim que falam da gente.. Odeio!! Mas diga quando quiser, se quiser e a quem quiser, e não se sinta mal por isso, a vida é sua!!! bjos e boa semana!!!

    ResponderExcluir
  9. Eu conto pra todo mundo, na lata! kkkkkkkkkkk É, eu digo logo! Tem hora que é um saco mesmo, pois as pessoas são mal informadas e fazem logo uma entrevista, e nem toda hora tô afim de responder...mas faz parte! Pior é quando pedem pra ver a cicatriz, aff! Mas eu só mostro pra quem eu quero...só por curiosidade eu não mostro não! hahahaha Vai ficar esperando! rsrsrs Bjs linda!!

    ResponderExcluir
  10. Essa situação é tão complicada ... Passei por duas situações que me deixaram sem graças no meu facebook ... Participava de grupos .. É acabou que pessoas que moravam na minha cidade ou conhecidos começaram a vir perguntar sobre a cirurgia ... Só que muitas vezes as pessoas perguntavam no meu mural ... Como não tinha falado pra muitas pessoas e nem queria contar pra muitas pessoas ... Me sentia invadida com aquela situação

    ResponderExcluir
  11. Só conseguir amenizar essa exposição ... E o constrangimento de não ter que divulgar sem querer a minha cirurgia quando criei outro perfil ... Esses dias mesmo uma menina da faculdade ... Veio fazer um comentário que uma colega tinha emagrecido 12kg com reedução alimentar em 4 meses ... E estava admirada ... Muitas pessoas meio que menosprezam a gente quando ver que o nosso emagrecimento foi por cirurgia e não R.A. Como se fosse fácil continuar emagrecendo ... Enfim ...

    ResponderExcluir