sábado, abril 21, 2012

Mas afinal, o que é uma alimentação saudável?

A alimentação está para o corpo humano assim como o combustível está para o automóvel. Proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas e sais minerais contidos nos alimentos que consumimos diariamente formam o combustível de nosso corpo, chamados também de nutrientes.

Os nutrientes são utilizados para a produção de energia necessária à realização de nossas atividades, crescimento de nossas crianças, desenvolvimento e reparação dos tecidos e, ainda, para proteger nosso organismo de doenças. Levando em conta todos esses aspectos fundamentais, podemos afirmar: uma alimentação saudável é aquela onde se ingere todos os nutrientes de forma equilibrada, ou seja, respeitando a qualidade e quantidade de cada um.

As quantidades de nutrientes que você necessita são conhecidas por meio de uma avaliação de seu estado nutricional. Essa avaliação é realizada tendo como base idade, sexo, estatura, composição corporal (gordura, musculatura), atividade física e a condição de saúde geral de cada indivíduo.

Conheça então os grandes grupos de nutrientes:


» GRUPO 1:
Os nutrientes encontrado nesses alimentos chamam-se CARBOIDRATOS, constituindo-se na melhor fonte de energia para o seu organismo. Compreendem eles os cereais, os grãos, as farinhas, os biscoitos, os pães, as massas.

» GRUPOS 2 e 3:

As VITAMINAS e MINERAIS são os nutrientes encontrados nesse grupo, responsáveis por controlar determinadas funções essenciais ao corpo humano, como a produção de substâncias atuantes na defesa de nosso organismo (resposta imune). Incluem-se aqui as verduras, os legumes e as frutas.

» GRUPOS 4, 5 e 6:
As PROTEÍNAS representam o principal nutriente desses grupos, os quais são indispensáveis ao bom funcionamento do nosso corpo. Elas têm o papel de controlar nosso metabolismo, participando ativamente, além disso, no processo de crescimento e reconstituição dos tecidos corporais. Temos aqui o leite e derivados, as carnes, os ovos e as leguminosas.

» GRUPOS 7 e 8:
Tais grupos de alimentos abarcam os LIPÍDEOS e AÇÚCARES, provedores de energia para o corpo mas que, por possuírem alto valor calórico, devem ser consumidos com moderação. São eles, basicamente, os açúcares e as gorduras.

A seguir algumas dicas para uma alimentação saudável:

1. Não faça uma alimentação baseada em somente poucos tipos de alimentos. Lembre-se, nosso corpo precisa de todos os nutrientes!

2. Procure fazer 6 refeições por dia, alimentando-se de 3 em 3 horas. Pequenos lanches entre as refeições principais evitam a vontade de devorar o primeiro prato que encontrar pela frente.

3. Deixe na gaveta do escritório barrinhas de cereais, biscoito integral, frutas secas, castanhas etc. para ajudar você a não ficar mais de 3 horas sem se alimentar.

4. Se tiver vontade de comer um doce, coma-o. Mas, lembre-se: somente um pedaço ou unidade. Isso é melhor do que devorar uma caixa de bombons no final do dia.

5. Ingira bastante água durante o dia. A melhor forma de você saber se está ingerindo quantidade suficiente de líquido é observando a urina. Ela deve estar clara.

6. Leve sempre uma barrinha de cereais na bolsa. Quando a vontade de comer se manifestar, você já tem algo em mãos.

7. Ingira legumes e frutas todos os dias.

8. Evite alimentos fritos. Dê preferência aos grelhados ou cozidos.

9. Ingira alimentos ricos em fibras como legumes, verduras, frutas, arroz e pão integrais.

10. Nunca vá ao supermercado com fome. Vá sempre após uma refeição. Isso evitará que você pegue balas, chocolates e salgadinhos.

11. Nunca deixe para resolver os problemas do quotidiano durante as refeições. A alimentação deve ser num lugar tranqüilo, longe da televisão e com calma, mastigando bem os alimentos.

12. Evite líquidos durante as refeições, pois isto contribui para a distensão mecânica do estômago e diluição dos sucos gástricos, dificultando a digestão.

Nutr. Hevoise Fátima Papini
São Paulo - SP

Um comentário: